domingo, 15 de novembro de 2009

Petrópolis: Pré-Projac da Rede Globo!




Sempre gostei de novelas. E, para minha sorte, desde pequeno, volta e meia via na telinha algumas casas e lugares de minha terra, Petrópolis, aparecendo nas novelas sempre servindo de cenário para alguma outra cidade. A única novela que me lembro de ter sido ambientada em Petrópolis mesmo foi “Anjo de mim”, de Walther Negrão. Tive a oportunidade de assistir a algumas gravações, dentre as quais, Andréa Beltrão e Jorge Dória gravando cenas de “Vira Lata” em frente ao prédio da Câmara Municipal e Leonardo Vieira e Patrícia França gravando “Sonho meu” na frente da mansão da família. Que Curitiba que nada! A casa da Família Candeias de Sá ficava em Petrópolis.

Depois da construção do Projac, os cenários de Petrópolis passaram a ser menos utilizados, mas vira e mexe o “plim-plim” volta a bater ponto por lá!

Abaixo, algumas fotos de algumas locações de minha querida cidade com o logo das novelas das quais fizeram parte (logotipos inseridos nas fotos por meu querido amigo Duh Secco):


"Guerra dos Sexos", de 1983. Essa é especial. Todo mundo achava que o casarão onde acontecia os deliciosos arranca-rabos de Bimbo e Cumbuca (Fernanda Montenegro e Paulo Autran) se localizasse na própria Paulicéia Desvairada, cenário dessa inesquecível novela. Mas que nada... a casa se localiza bem no centro da Cidade Imperial....


O belíssimo Palácio de Cristal, presente do Conde D'eu à esposa Princesa Isabel, foi palco do Baile de Máscaras da virada do século dessa bela novela e onde Adriano (Lauro Corona) desejou a Rosália (Glória Pires) um feliz 1900, 1901, 1902, 1903...



Essa bela casa, localizada na Av. Koeler foi a casa da personagem Rosália (Glória Pires).


A conhecida "Mansão dos Sete Erros" também foi cenário de "Direito de amar" (1987). Era a casa do perverso Barão de Mont Serrat (Carlos Vereza). Mas é mais lembrada por essas duas novelas: a inocente "Era uma vez" (1998) e a sombria e romântica "Esplendor"(2000).



Essa é uma campeã de audiência. Já serviu como mansão do poderoso Raul Pelegrini (Tarcísio Meira) em "Pátria Minha" (1994), de Gilberto Braga, mansão dos Candeias de Sá em "Sonho Meu" (1993), de Marcílio Moraes e mais recentemente a mansão dos Matarazzo em "Maysa" (2009).


Na verdade, essa casa tem duas frentes. É a mesma casa da foto anterior, só que vista pelo outro lado. A Globo, que não é boba nem nada, aproveitou essa "versatilidade" e utilizou essa fachada na minissérie "Decadência" (1995), de Dias Gomes.

Por fim, a romântica "Anjo de mim" (1996), novela que foi ambientada, de fato em Petrópólis. E teve cenas em vários pontos da cidade como a Catedral, Museu Imperial e Câmara Municipal. Esta era a casa da personagem Joana (Helena Ranaldi).

Enfim, por seus belos casarões, sua beleza e sua proximidade do Rio, Petrópolis pode ser considerada uma extensão do Projac e dá bastante veracidade às tramas. Espero ver minha querida cidade muitas e muitas outras vezes em novas novelas. Os "modelos" das fotos são: Carlos Carvalho, Ivan Gomes e eu! rs...
Palácio Quitandinha: em seu interior foram gravadas as apresentações musicais de "Maysa".

4 comentários:

Walter disse...

Vitin, legal ter essas informações. Não sabia mesmo que alguns cenários, principalmente as fachadas das mansões de algumas novelas eram em Petrópolis. Mas a Globo ADOOOOOOORA gravar coisas em um estado e dizer que é no outro. Em Paraíso Tropical, por exemplo, muitas cenas que gravaram sobre Porto Seguro (BA) na verdade foram feitas em Porto de Galinhas (PE)

Ivan Marcio disse...

Adorei o post e ter conhecido essas locaçõe com você e o Carlos. O rapaz de vermelho é tão garboso! hehehehehehhe

Wesley disse...

Adorei os modelos, apesar de achar o de vermelho mto convencido... kkkk

Esses cenários são belissimos. Antes a Globo dava mais veracidade á suas novelas, mas com esse Projacland, está tudo tão fake...
Saudades da Urca em A Gata Comeu, da Vila dos Prazeres em Vereda que na verdade estava no Rio e por aí vai...

Celso disse...

Muito legal, Vitor.
Quando estive em Petrópolis, fiz aquele tradicional passeio de charrete pela cidade. O guia nos mostrou alguns destes cenários e eles são lindos realmente. Aliás, Petrópolis é uma cidade que convida à imaginação com seus casarões e ar de época.
Abraços.

Prefira também: