terça-feira, 12 de junho de 2012

RESULTADO DA PROMOÇÃO “SOPRO DE VIDA”:





Os vencedores são:

Edison Eduardo Costa
Das duas atrizes, entre várias personagens magistrais escolho a divertida e engraçada Céci de "Cambalacho" de 1986 e a forte vilã Idalina de "Força de Um Desejo", 1999. 

A Céci e seus caprichos era quem dava o tom cômico, ao lado do marido Wanderley, ao núcleo sério da irmã Amanda. Situações divertidíssimas! Peça de teatro com a Rosa é sinônimo de bom entretenimento.

Dona Idalina, vilã que nunca deve ser esquecida, chegou ao ápice de cortar a própria mão com uma faca!
Brilhante e inesquecível trabalho desta atriz que é uma das maiores do teatro.
____________


Thávolo Romulo Pereira Henrique
Da Nathalia Timberg, a inesquecível "Tia Emília", da exitosa "Éramos Seis", de Silvio de Abreu e Rubens Edwald Filho, regravada em 1994 pelo SBT. Uma tia rica rancorosa, que se negava a ajudar financeiramente a família de sua sobrinha pobre, por conta de uma grande mágoa do passado. Uma mãe capaz de tudo para defender seus filhos. Mais uma belíssima interpretação da grande dama do teatro.

De Rosamaria Murtinho, a "Romana Ferreto", de "A Próxima Vítima". Dopada, foi jogada por Bruno na piscina da mansão onde morava. Essa morte tornou-se um clássico, e a interpretação de Rosamaria foi genial! Ela estava exuberante. Ímpar.
__________

Parabéns aos ganhadores!!!

Peço que enviem o número de suas identidades para o e-mail: vitor77@gmail.com e o dia em que querem assistir:
Dia 13/06 – Quarta-Feira, às 20 horas
Ou
Dia 14/06 – Quinta-Feira, às 17 horas.

Melão agradece os comentários e participações e conta com vocês nas próximas promoções!


2 comentários:

Thavinho Henriques disse...

"Sopro de Vida", a peça que eu tive o prazer de me deliciar nesta noite de quarta-feira:

Incrivelmente sensível! História adulta, texto complexo, entremeado com leves ironias e preconceitos; um misto de ressentimento, mágoa e, ao mesmo tempo, sensibilidade!

Nathália Timberg esteve impecável na pele de Madeleine, superior, como o papel exigia! Rosamaria Murtinho na sua condição de mulher resignada, sofrida, mas sem perder a classe!

E a emoção da Nathália e da Rosamaria no final do espetáculo???Indescritível!

Grande abraço a todos do blog!

Edison Eduardo d:-) disse...

Vitor, mais uma vez, obrigado!!!! estive hj lá (de volta depois de anos) ao Terezão!!!

A boa noite de hj, proporcionada por vc, vai virar blogada lá no eternamenteregina.com, qdo sair, te aviso!

Pode arrumar outras promos que tou dentro... Aquele abraço grande...

Edison Eduardo d:-)

Prefira também: