quarta-feira, 20 de abril de 2011

MELÃO EXPRESS – RAPIDINHAS, MAS SABOROSAS – ED. 15 – ESPECIAL ESTREIAS:


Ø  UMA NOVELA ENCANTADA


Expectativas nem sempre são positivas, pois muitas vezes espera-se muito de uma atração e nos frustramos rapidamente. No entanto, a enorme expectativa que se criou em torno da estreia de “Cordel Encantado”, novela da dupla Duca Rachid e Thelma Guedes se confirmou completamente após a estreia. A inusitada mistura de cangaço com realeza também gerou algum frisson e também nos deixou com a sensação de que as autoras estariam arriscando alto. Porém, pelo que se comprovou nesses primeiros capítulos, o risco foi totalmente calculado. Os dois temas não são novidade em teledramaturgia, bem como a alusão a fábulas como “A bela adormecida”, “Rapunzel”, tramas como o mascate que tem três mulheres (impossível não se lembrar do genial Ney Latorraca e seu Quequé de “Rabo de Saia”) ou cidades com tipos pitorescos e incomuns. Sim, tudo isso já foi mostrado, contado e recontado. Mas juntar todos esses elementos em uma mesma novela, em perfeita harmonia, fazendo todo o sentido, isso sim, é altamente criativo e genial. 


O humor da novela é extremamente popular, mas não menospreza a inteligência do espectador, com explicações em demasia ou o uso de expedientes surrados e forçados pra fazer rir. O que o público tem visto é uma novela leve, agradável, divertida e apaixonante. A audiência ascendente comprova isso. O elenco é um show à parte. Seria injusto destacar alguém, mas seria igualmente injusto não mencionar que, quando Debora Bloch e Zezé Polessa entram em cena, o espectador se deleita. Também é um prazer rever ótimos atores bissextos na telinha como Ana Cecília e Enrique Diaz. Domingos Montagner, que conheci em “Mothern”, é uma ótima revelação. Enfim, tudo lindo: direção, trilha sonora, figurinos, cenografia. Com um apuro técnico e visual incomum, me arrisco dizer que “Cordel Encantado” é a mais feliz empreitada televisiva do primeiro semestre do ano. De dar orgulho! Parabéns a todos!


Ø  DIVÃ: JÁ VIREI FREGUÊS



Entre as séries lançadas, minha favorita é “Divã”, com roteiro de Marcelo Saback, com direção de José Alvarenga Júnior. A crítica que Ivan Gomes fez para a série é irrepreensível (para ler, clique aqui), por isso nem vou me estender muito, mas apenas destacar que, apesar de não ser novidade, não tem como não se deixar conquistar pelo deslumbre que é a atuação de Lília Cabral, pela direção dinâmica e pelo texto que nos faz rir de maneira espontânea e também nos emociona na mesma proporção. E cá pra nós: estava mais do que na hora de Lília Cabral protagonizar uma trama televisiva. E com a chegada de “Fina Estampa”, constatamos que finalmente descobriram que, além de atriz excepcional, Lília também é uma estrela de primeira grandeza. Imperdível.


Ø  ENQUANTO ISSO, NO “VIVA”...

A reestreia de “Vamp” vem corroborar a sensação que tivemos com “Vale Tudo”. Ao contrário do que se pensava, as novelas mais antigas (pelo menos as que datam da década de 80) eram bem mais dinâmicas do que as de hoje em dia. As coisas não demoravam a acontecer e as cenas proporcionavam uma maior progressão na trama. Claro que capítulos e duração mais curta contribuem para isso.  E a julgar pela repercussão no Twitter (sim, a exemplo de “Vale Tudo”, “Vamp” também tem mobilizado uma legião de internautas comentando a novela simultaneamente à sua exibição), não sei se procede essa tese defendida pelo “Vale a pena ver de novo” de que novelas mais antigas espantariam a audiência por conta do ritmo e da qualidade técnica. Digo isso porque os twitteiros que comentam as novelas, que estão sempre entre os tópicos mais comentados, não são apenas de noveleiros saudosos, mas de jovens que nunca tinham assistido antes. Enfim, para refletir...


Ø  E VEM AÍ...O ASTRO!

Claro que, dessa estreia prevista para julho, sou suspeitíssimo pra falar. Mas deixo aqui o link com reportagem e vídeo de apresentação da minissérie. Confesso que, quando assisti, fiquei arrepiado! Espero que curtam:

___________________

Bom feriadão e inté a próxima, queridos! 

10 comentários:

Evana R. disse...

Vitinho, hoje num intervalo entre uma aula e outra a gente tava comentando "Cordel Encantado" lá no trabalho. E a minha chefe, que não é muito chegada a novela, disse que é fã de "Cordel..." e tá gravando! Pense num sucesso!
Não tenho visto "Divã" com afinco, a série já vai me pegando na hora do sono e tals, mas pelo pouco que consegui assistir, achei bem agradável.
E esse vídeo de apresentação de "O Astro"... Olhe, eu vi umas três vezes e vou ver de novo!
Beijo e bom feriado! =)

Wesley disse...

Sou fã de Cordel Encantado. Adorando cada capítulo da história criativa que Duca e Thelma criaram com tanto esmero. Sim, tudo o que a novela apresenta já foi mostrado em outras produções, mas nesta, o tempero se apresenta com outro sabor. Temos um mix de várias novelas antigas com contos de fadas e o resultado é uma novela deliciosa e diferente de tudo que estamos acostumados a ver. Palmas!
Já, não compartilho da mesma opinião sobre Divã. Vi o segundo episódio e achei sem graça aquela série de coincidências em torno de Mercedes e a esposa de seu namorado. Enfim, achei o texto inteligente (o que tbm é primordial), mas definitivamente ão me entusiasmei.

Wesley disse...

Ahhh... meu coração bate mais forte cada vez que penso em O Astro... Um grande sucesso vem aí...
Ave Janete!

Fábio Leonardo disse...

Eu sou um fã incondicional de Cordel. Apostei no projeto desde seu início, e não me decepcionei. A novela, é, pra mim, até agora, indefectível.

Quanto ao Astro, pode rasgar seda, Vitão! Você e todos nós estamos estremamente ansiosos! rsrs

Isaac Abda disse...

Destaque para a boa observação sobre as reprises do Vale a Pena Ver de Novo... absolutamente de acordo.

E que venha O Astro!

Eddy Fernandes disse...

Cordel é mesmo um fenômeno. Até meu pai, que não é muito chegado em dramaturgia, andou dando umas espiadas.

Tô acompanhando pouco, mais nos fins de semana. Mas logo, logo corro atrás do prejuízo. Com "Divã", a mesma coisa. Até agora, só vi o primeiro episódio e fiquei com aquele gostinho de quero mais.

Agora ''Vamp'' é um caso a parte. Deleite total!! rs...

E tamos aqui, só aguardando O ASTRO!!

Edna Malta disse...

A Globo está de Parabéns! Cordel Encantado é um lindo conto de fadas com sotaque nordestino e com todos os temperos dos grandes folhetins.
A beleza é uma graça que o tempo leva, já o caráter o tempo aprimora. By Cordel Encantado

Ivan disse...

Oi querido, obrigado pelo link sobre a analise de Divã! obrigado mesmo!
adoro a série, o seu mix de humor e emoção, Saback esta de parabéns!

Adoro Cordel Encantado!!! a melhor novela no ar, na minha opinião, deliciosa de ver, ritmo gostoso, interpretações corretissimas (á exceção do L.F. Guimarães) direção primorosa, cenários e sonoplastia perfeitos! enfim um primor de novela!
Duca e Thelma merecem o sucesso!

Não tenho visto VAMP, uma pena, sempre esqueço do horário de exibição, o Canal Viva podia reprisar tb nas madrugadas, ao inves daqueles filmes chatíssimos!

Qto a O ASTRO, estou ansiossimo! tanto pela trama qto pela equipe toda de adaptadores!!! em especial um certo Vitor Melão... eheheheheheh

bjs e muito sucesso! sempre

aladimiguel disse...

Amigo, "Cordel Encantado" é um verdadeiro manjar dos deuses para os telespectadores de novelas, um colírio para os olhos com um texto perfeito e os destaques para a ótima Deborah Bloch e a singela abertura.

"Vamp" no VIVA, nem se fala, é maravilhoso ver de novo os encantos da linda vampira Claudia Ohana.

Estamos torcendo por sua estreia com o pé direito em uma obra clássica de Janete e ao lado do nosso queridão Tide. Vai ser bárbaro, com certeza! Sucesso pra vocês !

aldeia disse...

eu gosto de Cordel e acho que as autoras acertaram em cheio, numa trama que tudo pode acontecer, pois assim não sofrem aquele tipo de crítica dos espectadores verossímeis demais! Mas a direção é mesmo inspirada e parte do elenco está melhor do que se esperava(Bin, Valdetaro). Eu destaco a Débora Bloch, deliciosa vilã.
Já vi Vamp duas vezes e tenho vergonha dos defeitos...
Divã vi uma parte e ainda não me pegou, gostei mais do elenco do que do texto!

Bom, vc vai entrar mesmo com o pé direito com obra da maga Janete, antigo bruxo....vou estar conferindo( gerundismos mode on)
olha que vi a original, hein!!! mas tem bastante coisa pra atualizar mesmo, acho eu. Boa Sorte e chega de confete kkkkkkkk

Prefira também: