terça-feira, 26 de abril de 2011

Temas e Trilhas: NANA CAYMMI




Antes de mais nada, para os fãs de boa música, de bom cinema e de boas histórias, recomendo o ótimo documentário em cartaz “Nana Caymmi em Rio Sonata”, de Georges Gachot (mesmo diretor de “Maria Bethânia – música é perfume”). O filme mostra Nana de maneira intimista, mesclando com belas paisagens e cenas do cotidiano carioca  e ainda conta com participações pra lá de especiais. Imperdível! Confesso que o filme foi inspirador para que eu criasse mais essa edição do “Temas e Trilhas”, já que Nana Caymmi é presença constante nas trilhas sonoras de nossas novelas há muito tempo. Atualmente, Nana nos encanta com a bela “Sem poupar coração”, tema de Pedro e Marina (Eriberto Leão e Paola Oliveira) de “Insensato Coração”. Ainda que o casal não ande lá agradando tanto assim, é sempre uma delícia ouvir o canto arrebatado e cheio de emoção dessa grande diva de nossa música. Foi dificílimo enumerar apenas dez canções dentre tantas e tantas que já embalaram tantos romances folhetinescos. Foi um verdadeiro parto ter que deixar de fora canções lindíssimas como “Doce Presença”, da novela “Champagne”, “Cais”, da novela “Sinal de Alerta” e “Canção da manhã feliz”, da novela “Brilhante”, mas o melão não se furtou a essa tarefa e apresenta seus dez temas favoritos interpretados por Nana Caymmi:


10) SUAVE VENENO (Cristóvão Bastos / Aldir Blanc) – “Suave Veneno” (1999)

Embalados pelo sucesso de “Resposta ao tempo”, a dupla de compositores deu a Nana outro grande sucesso em sua carreira. Apesar da novela não ter ido lá muito bem das pernas, o tema de abertura foi um de seus pontos altos e até hoje é lembrado e cantarolado por muita gente. Além disso, a faixa rendeu a Nana seu primeiro disco de ouro, sendo o carro-chefe do álbum “Os maiores sucessos de novela”. Segue a abertura pra matar as saudades:



9) DOIS CORAÇÕES (Ronaldo Bastos / André Sperling) – “Renascer” (1993)



Apesar de ser o tema de João Pedro (Marcos Palmeira) na novela, minhas lembranças dessa canção são das vezes em que ela tocava no encerramento da novela e das belas paisagens da Bahia que ela emoldurava. Aqui Nana está doce, suave, romântica. Impossível não enternecer o coração ao ouvir a música, que investiga de que é feito o amor.



8) MUDANÇA DOS VENTOS (Ivan Lins / Vitor Martins) – “Por amor” (1997)

Era o tema de Sirléia (Vera Holtz) de “Por amor” e fechava o CD. Apesar de ser uma gravação bem antiga, integrou-se perfeitamente às demais canções da novela e uma de minhas preferidas da trilha sonora. Em mais um show de interpretação de Vera Holtz, a música traduzia perfeitamente o casamento de Sirléia com um homem bem mais jovem e todas as angústias e inseguranças que viam junto com o relacionamento.

7) VEM MORENA (Danilo Caymmi / Paulo César Pinheiro) “Tieta” (1989)


Integrante do segundo volume da trilha da novela “Tieta”, era o segundo tema de Carol (Luiza Tomé). A lembrança que tenho mais forte da canção é a cena em que Carol observa, enciumada, um animado passeio à praia, seguido de um banho de mar de Tieta (Betty Faria) e Osnar (José Mayer). As rivais se observam e esbanjam sensualidade, enquanto a bela paisagem da praia de Mangue Seco deleitava o espectador. A voz quente de Nana reforçava ainda mais esse clima de calor e sensualidade.




6) SAUDADE DE AMAR (Dori Caymmi) “Porto dos Milagres” (2001)



Essa bela e triste canção me cativou logo de cara quando ouvi na novela. Era o tema da terrível Adma (Cássia Kiss), ao perceber que estava prestes a perder seu grande amor, Félix (Antonio Fagundes) para a rival Rosa Palmeirão (Luiza Tomé). Essa melancolia era o que humanizava a personagem, implacável com os inimigos. A canção serviu como uma luva. Dava até pra sentir pena de Adma...rs!


5) BEIJO PARTIDO (Toninho Horta) “Pecado Capital” (1975)

Se eu disser que essa música me traz lembranças da novela, estarei mentindo, já que sequer era nascido na época. Era o tema de Eunice (Rosamaria Murtinho). Mas de tanto ouvir a música, impossível não incluir na seleção. Daquelas de rasgar coração, em que é sempre ótima de cantar em voz alta, apesar de tristíssima. Mas quem nunca se identificou e se fez de vítima em uma relação mal-sucedida? É incrível como Nana consegue tocar nosso coração.


4) FRUTA MULHER (Vevê Calazans) “Roque Santeiro” (1985)


Era o tema de Matilde (Yoná Magalhães) e uma das minhas favoritas do segundo volume da trilha sonora da novela. Não me lembro necessariamente da música na trama, mas lembro que era uma das que eu mais ouvia e que tenho mais carinho, afinal os dois LP’s da novela foram os primeiros que, de fato, eram meus, já que os anteriores eram das minhas primas. Lembro de ouvir bastante essa música aos 8, 9 anos em minha vitrola portátil. Imediatamente me vem à mente doces lembranças daquela época. Essa é memória afetiva mesmo!

3) FASCINAÇÃO (F.D. Marchetti / M. de Feraudy – vs. Armando Lousada) “Fascinação” (1998)

Depois da deslumbrante interpretação de Elis Regina, julgava impossível gostar de alguma outra gravação dessa música. Mas não é que Nana conseguiu dar uma leitura completamente diferente desse verdadeiro clássico e nos emocionar de novo? Sem contar que a própria aparece, chiquérrima, cantando na abertura da novela “Fascinação”, do SBT. Um verdadeiro luxo.



2) NÃO SE ESQUEÇA DE MIM (Roberto Carlos / Erasmo Carlos) – “Pecado Capital” (1998) e “Caminho das Índias” (2009)



Confesso que não dei muita bola para essa música quando fez parte de uma trilha sonora pela primeira vez. Mas ao entrar novamente em uma novela, no caso “Caminho das Índias”, a canção foi mais executada e emocionou em cheio o público. E o dueto com Erasmo, fazendo um doce contraponto com o canto derramado de Nana foi uma combinação perfeita. Mesmo que o romance de Maya e Bahuan (Juliana Paes e Marcio Garcia) não tenha ido adiante, a canção é linda demais. Impossível não ouvir várias vezes.

1) RESPOSTA AO TEMPO (Cristóvão Bastos / Aldir Blanc) – “Hilda Furacão” (1998)


Poucas vezes na história da teledramaturgia, uma canção combinou tanto com um personagem. Nesse caso, a música combinou com a minissérie inteira. Hoje em dia não há como dissociar a canção da inesquecível personagem-título, vivida por Ana Paula Arósio. Sem contar que a letra é poesia pura e a melodia consegue tocar profundamente nossa alma. Considero “Resposta ao tempo”, uma obra-prima, talvez a canção mais bonita da década e, com certeza, o grande sucesso da carreira de Nana, que aqui mostra todo o seu potencial interpretativo, indo da serenidade à paixão. Arrisco dizer que a saga da moça da tradicional sociedade mineira que virou prostituta não teria o mesmo êxito sem esse belíssimo tema. É o meu favorito disparado.


_____________________

E vocês? Quais seus temas e lembranças favoritos de Nana Caymmi?

_____________

Leia Também:

Temas e Trilhas: Gal Costa






8 comentários:

TH disse...

Nana é uma grande intérprete! E sua voz doce e melancólica combina muito bem com temas de personagens.
Acho a interpretação de "Cais" soberba, mas sua lista está impecável - também colocaria "Resposta ao tempo" no primeiro lugar, e concordo que "Fascinação" chega a quase superar a interpretação de Elis.

Mais um grande e sensível post do Melão. Parabéns!!!

TH

Fábio Leonardo disse...

Tem como não adorar as trilhas e temas de Nana? Adoro a música que embala Pedro e Marina em "Insensato Coração", e confesso que, apesar do romance de Maya e Bahuan não ter engrenado em "Caminho das Índias", seu tema musical era lindo e apropriado à história do casal. Perfeito!

Parabéns pelo post, abração!

Evana R. disse...

Gosto muuito da Nana! Uma música melhor que a outra na lista. Aliás, "Resposta ao tempo" é a música preferida da minha mãe. :D

aladimiguel disse...

Adoro o tema de abertura de "Hilda Furacão". Nana arrasou em sua interpretação de "Resposta ao Tempo. Linda demais !!!! Sempre lembro da Ana Paula e do Santoro quando escuto esta música.
Inesquecível! Abraços Amigo.

Duh disse...

Adoro Nana! E adorei minha favorita, Resposta ao Tempo, no topo do pódio. Só promoveria Suave Veneno pra terceira colocação. Acho fantástica! Hehe

Ótimo post, Vitinho!

Eddy Fernandes disse...

Ih, essa chuva de elogios à Nana já tá ficando chata, rsrs...

Mas não tem como ser diferente! Ela é uma intérprete maravilhosa, que encabeça desde sempre as minhas playlists.

Ótima seleção, tio! Só incluiria nas menções honrosas a ótima versão de "Contigo en la Distancia" da trilha de Kubanacan.

Ivan disse...

Show esse post! adoro Beijo Partido, Vem Morena e outras, Fruta Mulher, gosto tanto que tenho q tomar cuidado p não cantar alto no banho! ehhehehehehehehehehehe

bjão!

aldeia disse...

adoro ela também...senti falta de Se queres saber, tema do Quem ama não mata...

também adoro essa música do Roque Santeiro, uma Nana animada.

Prefira também: