sexta-feira, 9 de julho de 2010

O dia em que Gloria Pires parou o Rio.



Glória Pires entre Edu Nassife e Fábio Fabrício Fabretti, autores de seu livro.


“Aprendi com meu pai a não precisar levantar o queixo para ser respeitada”. Essa frase, presente já na última página de “40 anos de Gloria”, livro lançado com pompa e circunstância essa semana no Rio de Janeiro, com presença maciça da classe artírtica e também do público, talvez sintetize e una o que Gloria Pires representa na vida e na arte: um exemplo (mesmo!) de talento, humildade e respeito. Devorei o excelente livro de Eduardo Nassife e Fábio Fabricio Fabretti em menos de 24 horas e ainda estou em total estado de graça e verdadeiramente emocionado ao poder ver mais de perto e conhecer em detalhes uma trajetória de vida e de carreira tão vitoriosa e brilhante quanto a dela. Gloria realmente obteve respeito sem precisar se impor: de forma doce e espontânea. Ao mesmo tempo em que é diva absoluta de nossas novelas, seu comportamento é totalmente paradoxal a esse título. Ela é quase uma anti-diva. Uma verdadeira estrela sem jamais precisar de estrelismos para ser quem é.

O lançamento do livro, como já disse, foi um sucesso. Fila quilométrica desde o início, horas de espera e Gloria permanecia lá, sorridente e simpática com todos, mesmo que por alguns segundos, já que o grande número de pessoas que desejavam estar com ela era enorme. Prova maior que essa do quanto essa atriz é querida, respeitada e admirada não há. E sua biografia até então é realmente apaixonante. Mais do que um exemplo de uma carreira vitoriosa que todos nós conhecemos, também temos a oportunidade de ver o quão penosa, massacrante e trabalhosa é a rotina de um ator. O glamour passa longe muitas vezes. O relato dos bastidores de todas as produções das quais ela participou é imperdível. Nassife e Fabretti nos transportam para os cenários, as situações e os casos vividos por Gloria como se estivéssemos ali também. E o livro não poupa os detalhes negativos, os problemas, contratempos e até desentendimentos de Gloria. Mas mesmo nos desentendimentos, percebe-se o quão ela é elegante e profissional.





Maria de Fátima, Maria Moura, Ruth, Raquel, Nice, Ana Terra, Rosália, Zuca... essas e muitas outras mulheres tão diferentes e tão desafiadoras estão ali. Difícil mesmo (pra não dizer impossível) imaginarmos outra atriz capaz de fazer tantas pessoas com tantas diferenças entre si e de forma tão brilhante. O livro nos dá essa real dimensão. Na vida pessoal, o que fica claro é o amor e a importância que Gloria dá à família, tanto aos pais, avós e irmãos, quanto ao marido e filhos. A admiração e o carinho que a classe artística tem com ela ficam claros na parte final do livro através dos depoimentos. Poucas pessoas conseguiriam reunir um time tão talentoso que falasse tão bem, admirasse, reverenciasse e as tomasse como exemplo. Por essas e outras, Gloria Pires é única. Por mais banal que soe, não há palavra mais adequada para descrevê-la: um exemplo.

O melão deseja ainda mais sucesso (se é que isso é possível) e que venham muitos outros 40 anos de Gloria. Parabéns aos autores pelo livro, que além de leitura envolvente, é ricamente ilustrado com fotos raras. Para os fãs, imperdível. Fica a sensação de que nossa dramaturgia não seria tão rica se não existisse nela o nome Gloria Pires. Orgulho!

Gloria recebendo o cartão do melão de minhas mãos, enquanto Edu Nassife autografava meu livro
________________________________________________________________________________
 

7 comentários:

Eduardo Nassife disse...

Meu querido, só consigo dizer uma coisa: obrigado pelo seu carinho e amizade! Grande abraço!

Eu, Wesley disse...

Glória parou o Rio e este mineiro que vos escreve estava lá. Tudo muito mágico. Ver Glória de perto e tocar em sua mão foi indescritível. Parabéns aos autores, Nassife e Fabretti, que fizeram um belo painel dos 40 anos de carreira dessa estrela.

Vitor, o texto está maravilhoso!!

aladimiguel disse...

Eu também estava lá para prestigiar o Eduardo e o Fábio, dois novos e queridos amigos. Glória estava simpática e sorridente com todos, muito agradável mesmo. O livro é maravilhoso e o estoque da Saraiva neste dia do lançamento ficou zerado, até os que estavam nas vitrines foram vendidos. Sucesso Total. Eles merecem, pelo trabalho sincero e perfeito que fizeram! Parabéns.

Duh Secco disse...

Louco pra ir no lançamento em São Paulo, próxima segunda, dia 12. E poder prestigiar essa atriz que eu tanto amo e o Edu, tão querido, parceiro de altas horas no MSN.

RÔ_drigo disse...

Que bom que foi um sucesso!E que venha o sucesso do lançamento em terras paulistanas!!

Eddy disse...

Ah, que inveja de vocês.

Josué Palácios disse...

Lindo texto, gosto muito do trabalho da atriz Gloria Pires e estou feliz com o sucesso da biografia dela. Agradeço também por ter incluido o singelo blog que faço em homenagem a Gloria em seus links, retribui a altura. Fiz uma repostagem desse maravilhoso texto por lá para que todos os fãs tenha acesso sobre o que pessoas entendidas pensam sobre a atriz Gloria Pires.


www.memorialgloriapires.blogspot.com

Abraços

Prefira também: