quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Temas e Trilhas: Gal Costa

                                                                                                                                                                     


Foto: Thomas Baccaro

O melão inaugura uma nova seção: meus 10 temas favoritos em novelas e séries de algum cantor, cantora ou grupo. Na estreia, uma grande estrela e aniversariante da semana: Gal Costa, uma verdadeira recordista de sucessos em novelas. Confesso que sou muito fã dessa cantora. Gal é a favorita do meu pai e Bethânia, de minha mãe. Cresci ouvindo as duas. Passei minha infância em volta aos seus LP's. E como são os temas de Gal em novela são muitos, foi difícil chegar a apenas 10. O critério, claro, é sempre afetivo: canções de novelas que gosto ou que me marcaram de alguma forma. Vamos a elas.
                                                                                                                                                                 

 10) SOLIDÃO (Tom Jobim / Alcides Fernandes) – novela “O DONO DO MUNDO” (1991)

Impossível não se lembrar das desventuras de Márcia (Malu Mader), arrasada, caminhando pelas ruas após ter sua vida destruída pelo médico Felipe Barreto (Antonio Fagundes) e não ligar a cena à bela canção de Jobim. Marcia fora enganada pelo vilão e enquanto sofria ao som da canção planejava vingança e tentava esquecer seu algoz no folhetim de Gilberto Braga. Lembro de Malu Mader andando pela rua desolada, quase sendo atropelada por um carro ao som dessa canção. Gal nos oferece uma interpretação doce, triste na medida, sensível. Vale sempre a pena ouvir de novo.


                                                                              
                                                                                                                                                                   
9) FORÇA ESTRANHA (Caetano Veloso) – novela “OS GIGANTES” (1979)


Não vi nada além do último capítulo e algumas cenas avulsas dessa novela de Lauro Cesar Muniz. Mas de posse da informação que esse era o tema de Paloma (Dina Sfat), não fica difícil imaginar o poder da interpretação da atriz aliada à sensível interpretação da cantora. Aliás, nada mais adequado, já que tanto Gal quanto Dina são duas forças da natureza. Tomara que um dia consiga conferir alguma cena da novela em que isso aconteça. Um clássico!





                                                                                                                                                                     
8) NADA MAIS (Stevie Wonder – VS. Ronaldo Bastos) – novela “CORPO A CORPO” (1984/85)

O ano era de 84. Debora Duarte e Antonio Fagundes se divorciavam na novela de Gilberto Braga. Na vida real, meus pais também, portanto me identificava totalmente com o sentimento de Selton Mello, que vivia o filho do casal. O tema era de Tereza (Gloria Menezes), pomo da discórdia do casal e me recordo remotamente de algumas cenas com essa bela versão do disco “Profana”. Mas a lembrança mais forte mesmo é que foi o tema da separação na minha própria casa e de ouvir essa canção incontáveis vezes na sala de casa quando meu pai colocava o LP no moderno 3 em 1 (risos!). Detalhe: meu pai sempre foi COM-PLE-TA-MEN-TE apaixonado por Gal e ama essa música que, de fato, foi emblemática naquele momento e perdura até hoje em minha memória.

                                                                                                                                                                        


7) ALGUÉM ME DISSE (Evaldo Gouveia / Jair Amorim) – novela “TIETA” (1989/90)


No início, impliquei um pouco com essa música na novela de Aguinaldo Silva, pois amava o tema anterior do casal Elisa e Timóteo (Tássia Camargo e Paulo Betti), “Eu e você”, na voz de José Augusto. Mas, não sei se, pela canção tocar tanto na novela, ou se pela perfeita junção de arranjo, voz e adequação à trama, hoje é uma das minhas preferidas da maravilhosa trilha sonora de “Tieta”. Até hoje quando a música toca no rádio, me vem imediatamente à memória os encontros e desencontros desse casal, que fez o maior sucesso na época. Sem contar que, tudo de “Tieta” é inesquecível pra mim. Inevitável: “Alguém me disse”, na voz de Gal também me transporta imediatamente para as dunas do Agreste.


                                                                                                                                                                    
6) FUTUROS AMANTES (Chico Buarque) – novela “HISTÓRIA DE AMOR” (1995)

A canção é indiscutivelmente deslumbrante. Na voz de Gal e no arranjo inspiradíssimo de Jacques Morelembaum do disco “Mina d’água do meu canto” é de fazer chorar. E como harmonizou perfeitamente com o bonito romance de Carlos e Helena (José Mayer e Regina Duarte) em “História de Amor”, delícia de novela de Manoel Carlos. O texto sempre inspirado do autor aliado às belíssimas paisagens do Rio e Gal, aqui doce, serena, entregue à paixão, em estado de graça. Até hoje me arrepio. Como é bonita essa gravação...



                                                                                                                                                                    

5) E DAÍ (Miguel Gustavo) – novela “CIRANDA DE PEDRA” (2008)

Quando comprei o CD “Todas as coisas e eu”, confesso que outras faixas me chamaram mais a atenção. Mas logo que assisti ao clipe de apresentação da “Ciranda de Pedra”, me arrebatei. De fato, é uma canção perfeita para a trama de Laura (Ana Paula Arósio) que, reprimida pelo marido, ainda mantinha o pensamento e o coração livres. A sequência da personagem no carro passando por um túnel de São Paulo, feliz, com a sensação de liberdade, é bonita de mais e um dos grandes momentos da novela de Alcides Nogueira que, assim como a canção, conta a história de um amor que nenhuma repressão ou proibição pode matar.


                                                                                                                                                                    

4) BABY (Caetano Veloso) – minissérie “ANOS REBELDES” (1992)

A ficção se misturava com os acontecimentos históricos nessa antológica minissérie de Gilberto Braga. João Alfredo (Cássio Gabus Mendes) presenteia Maria Lúcia (Malu Mader) com o disco de uma nova cantora chamada Gal Costa. Juntos ouvem “Baby” e reafirmam seu amor. É verdade que Caetano compôs a música para a mana Bethânia cantar, mas essa versão de 68 de Gal é definitiva e muito representativa da época. Muitos anos e muitas interpretações de Gal depois, essa permanece como uma das minhas favoritas. Continuo me identificando.




                                                                                                                                                                          
3) SÓ LOUCO (Dorival Caymmi) – novela “O CASARÃO” (1976)

Sim, a canção também foi tema do amor de D. Pedro e Domitila (Marcos Pasquim e Luana Piovani) na minissérie “O quinto dos infernos”. Mas vai ser definitivamente lembrada como tema de abertura dessa novela cultuada por muitos que a assistiram e que suscita curiosidade de quem não a assistiu. Impressionante como Caymmi conseguia sintetizar tanto sentimento, colocar tanta intensidade com tão poucas palavras. “O casarão” falava de um amor que nem o tempo foi capaz de apagar e a canção traduz perfeitamente essa loucura, inerente apenas aos que amam demais, no caso, João Maciel e Carolina, interpretados pelos inesquecíveis Paulo Gracindo e Yara Cortes. E, lógico, um dos maiores clássicos da carreira da cantora.


                                                                                                                                                                      

2) MODINHA PARA GABRIELA - (Dorival Caymmi) – novela “GABRIELA” (1975)

Quando lembramos de Sonia Braga na pele da fogosa protagonista da novela, a voz de Gal nos vem imediatamente à memória. Aliás, a própria fora convidada para viver Gabriela antes de Sonia Braga. Uma das mais famosas gravações da cantora e mais uma pérola de Dorival Caymmi, que compôs especialmente para a trama das dez. Gal, através de sua interpretação, encarna a própria Gabriela: sensual e brejeira. Inevitável: Gabriela nos remete a Sonia, mas também nos remete a Gal. Caiu como uma luva para a abertura da novela de Walter George Durst, baseada na obra de Jorge Amado.




                                                                                                                                                                      
1) BRASIL (Cazuza / George Israel / Nilo Romero) – novela “VALE TUDO” (1988/89)

Emblemática é pouco! Mais do que o tema de abertura de uma das mais célebres novelas de todos os tempos, essa canção pode figurar em qualquer lista de grandes temas de novelas. O poderoso arranjo, aliado à poesia corrosiva de Cazuza e o vigor da interpretação de Gal, fizeram de “Brasil” o clássico dos clássicos dos temas de novela da cantora. Quem assistiu à novela de Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Basséres não tem como não se lembrar da canção e imediatamente remetê-la à famosa banana que Marco Aurélio (Reginaldo Faria) deu para o Brasil, a Odete Roitmann (Beatriz Segall) sendo morta por Leila (Cássia Kiss) e ao embate de Raquel (Regina Duarte) e Maria de Fátima (Glória Pires). Sei não, mas fica difícil imaginar um grande clássico como “Vale Tudo” sem essa canção como tema. E, lógico, na voz e no poder de Gal.
__________________

E vocês, meus queridos? Quais são seus temas de novelas favoritos na voz de Gal? Compartilhem suas lembranças!

                                                                                                                                                                     

17 comentários:

Duh Secco disse...

Meu Deus! Como eu gosto da Gal. Talvez seja a minha cantora preferida. E Gal em trilha de novela é a união perfeita de duas das minhas paixões. De todas aí, minha preferida ficou em último lugar! rs. Acho “Solidão” deslumbrante, desde os arranjos até a interpretação sensível da Gal. Adoro “Só Louco”, “Futuros Amantes”, “Baby”... E acho “E Daí” uma das últimas músicas de trilhas que casou perfeitamente com a personagem da qual era tema. “Brasil” nem dá pra comentar. A interpretação da Gal consegue ser melhor do que a de Cazuza, autor da canção. É emblemática mesmo!

Uma outra que eu adoro não entrou na lista: “Jovens Tardes de Domingo”, de Zazá. “O que foi felicidade, me mata agora de saudade...” Me marcou. É ouvir e chorar! rs

RÔ_drigo disse...

Apesar de amar Brasil e Modinha pra Gabriela, a minha favorita é E daí? Qui sá de todo reperporio da Gal talvez é a musica q eu+gosto e super combina com a Laura e o Daniel mesmo!!
Apesar da primeira abertura de Torre de babel ser o q há de bom, Pra você por ser uma musica linda me marcou tbm!!

O Vitor viu... disse...

Duh, que coincidência. "Jovens tardes de domingo" chegou a fazer parte da minha lista, mas acabou sendo substituída. Entraria num Top 15...rs!
__________

Dog, também amo "Pra você", mas por total inadequação á abertura de "Torre de Babel", nem cheguei a considerar...rs!
_________

Obrigado pelos comments, meninos!

Jorge Gomes disse...

Oi, Vitor!

Tbm curto muito a Gal, não tanto quanto você, naturalmente =P

Adoro 'Baby', em suas 53893483 versões. Prefiro, particularmente, a dos Mutantes, mas a da Gal tbm é ótima, a cara de Anos Rebeldes, deliciosa e libertadora.

Recentemente, tivemos 'Eternamente', na trilha de Escrito nas Estrelas. Tema da Gisele Fróes, linda demais! Meio down, cheia de mágoa, mas, ainda sim, esperançosa.

'Futuros Amantes', prefiro a versão do Chico. Tão mais, digamos, aconchegante...

O Gilberto tbm deve compartilhar desse amor pela Gal. Tivemos, além destas que você citou, 'Errática' (de Pátria Minha); 'Momentos' (chatinha, devo dizer, tema da Júlia Lemmertz em Celebridade), 'Ruas de Outono' (Paraíso Tropical); 'Mem Bem Meu Mal' (em Brilhante)...

Sempre tem uma xP

Aliás, ela deve ser recordista em trilha, né?

Ah, teve 'Mar e Sol', de Viver a Vida, que eu AMO demais. Flopada, não me julge, hahaha.

''Um Sol, eu sou
Para o seu mar, ó meu amor
Você, o mar é
Para o meu Sol, para eu me pôr''

Evana R. disse...

Gosto muuito das músicas da Gal em novelas! Da lista aqui, dá empate entre "Força Estranha" e "E Daí?" como minhas favoritas. Lembro até que eu fiquei com vontade de chorar no primeiro capítulo de Ciranda de Pedra quando passou a primeira cena com essa música [manteiga derretida não, hein? heheh]. E das não listadas, A-M-O "Errática"!
=**

Walter disse...

Oi Vitin,
Adorei a lista. Gostei de NÃO ESTAR NA LISTA o tema de Porto dos Milagres, pois dos temas de Gal em novelas foi o que eu achei mais "injingento". No Top das minhas 10 da Gal entrariam Canta Brasil, tema de Deus nos Acuda, e Tema de Amor de Gabriela (Chega mais perto moço bonito, chega mais perto meu raio de sol...), que apesar de ser interpretada maravilhosamente por Ney Matogrosso, me da arrepios quando escuto na voz da Gal. Adorei essa nova sessão do Melão. tenho certeza que vem muita coisa boa por aí: Ney Matogrosso, Rita Lee, Djavan, BETHANIA (kkk), Lulu Santos, Tim Maia, Mariana Lima, Simone....

Lucas Fernando disse...

Amei a lista. concordo com ela. Principalmente com Brasil de 1o lugar claro. ótima list. ese blog é maravilhoso.

TH disse...

Parabens pela nova seção, Vitinho. Irmã da "TEMA DE NOVELA' do EnTHulho :)^^

Gal é covardia...centenas de temas, voz suave e firme apta pra sublinhar grandes cenas românticas de nossa teledramaturgia.

"Futuros Amantes", sem dúvidas, figuraria no meu primeiro lugar. Uma bela canção, q parecia sob encomenda pro clima tão romantico do cotidiano que existia em História de Amor!

aladimiguel disse...

Olá Amigo.

Sempre gosto da Gal cantando a Bahia. Duas músicas dela dessa safra são especiais: os temas de abertura de "GABRIELA" (Modinha Para Gabriela) e "PORTO DOS MILAGRES" (Caminhos do Mar) - que vc deixou de fora...

Já a representante do nosso Rio é a linda "Noites Cariocas" tema de "ÁGUA VIVA". Também queria deixar registrado a música "Canta Brasil" tema de abertura da novela "DEUS NOS ACUDA". Abração

Parabéns a Gal !!!

Wesley disse...

Gosto da Gal Costa. Ela e Bethânia são maravilhosas.
O tema dela que mais gosto é da novela "Zazá", como tema da própria Zazá. A música é linda: Jovens Tardes de Domingo, e considero como o meu tema tbm, pois me marcou naquela época quando estava no grupo de jovens. Hoje lembro daqueles domingos com muita saudade.
Ah, sem falar em Brasil de "Vale Tudo". Gal arrebenta!

Israel Carneiro disse...

Segundo o Almanaque,a Gal é quem possui mais músicas em trilhas de novelas.Fora algumas da lista,tem umas que eu amo,mas não estão na mesma como "O Amor"(Anjo de Mim),"Verbos do Amor"(Final Feliz),"Dom de Iludir"(Louco Amor).

O Gilberto Braga sempre faz questão de tê-la nas suas novelas.Acho que em "Insensato" não será diferente.

Eddy Fernandes disse...

Eu gosto muito da Gal. Ela é a minha intérprete feminina predileta. Pode soar como um chavãozinho, mas a minha música predileta dela é a ''Eternos Amantes'' da trilha de História de Amor. Eu ouço essa música e viajo LITERALMENTE. Estava vivendo uma época bem bacana da vida quando reprisou a novela [auge da infância] e a música me traz todas essas recordações... aah! rs

Esmejoano Lincol disse...

Acho "Eternamente" (que foi de Escrito Nas Estrelas) perfeita. Poderia ter sido listada também... Outra que adoro é "Futuros Amantes". Carlos e Helena perfeitos em História De Amor ao som dessa canção...

Duh disse...

Vitinho! Top 15 já! Wesley também aprova a inclusão de Jovens Tardes de Domingo! rsrs

aldeia disse...

caramba...que difícil!! Mas adoro, sempre adorei Tigresa, tema da Cintia Levi em Espelho Mágico, mesmo não sendo pra Sônia a música como todos falam, acho a cara dela.
Força estranha era um arraso mesmo, lembro da Paloma, reconhecendo o lugar onde nascera na beira do rio ao som da música.
Também adoro E daí? ( que eu não conhecia), Meu bem, meu mal( tema da Renêe de Vielmond em Brilhante), Errática, entre outras, tão bem citadas. Ao contrário , já não curto Brasil com ela, acho muito gritado!!! rsss essa eu não colocaria.
Ah, Só Louco também é um clássico na sua voz.

Lulu disse...

Que voz essa mulher tem. Senti falta de Chuva de Prata. Marcou minha infância.
Big beijos

Maurício Ferreira disse...

Gal está cravada nas grandes trilhas sonoras da nossa teledramaturgia, como podemos ver em sua lista, concordo plenamente com o primeiro e segundo lugar, são emblemáticas demais, clássicos mesmo! Mas tenho um carinho especial por "Futuros Amantes" já que foi tema do meu personagem preferido, Helena Soares de "História de Amor", como você disse, delícia de novela!

Prefira também: