quinta-feira, 18 de março de 2010

Série Memória Afetiva: meus casais favoritos da TV!

10) Caê e Débora (Lauro Corona e Beth Goulart) de “Baila comigo” (1981)
Edu e Helena (Reynaldo Gianecchini e Vera Fischer) de “Laços de Família (2000)

Sim, não consegui eliminar nenhum dos dois e resolvi agrupar dois casais de novelas do Maneco na mesma colocação. Os primeiros são uma espécie de pré-Nando e Milena, de “Por amor”. Rapaz pobre se apaixona por moça rica e precisa enfrentar a mãe megera. No caso, não era qualquer megera. Ninguém menos que Tereza Rachel que vivia a Marta da vez...rs! E as sequências dos dois namorando na praia ao som de “Living Inside myself” são tão numerosas quanto as de Nando e Milena ao som de “Palpite” em 97.

Já Edu e Helena, mesmo não ficando juntos no final, encantaram muita gente e esse romance fez com que muitos se antipatizassem com Camila (Carolina Dieckmann), fazendo coro com Iris (Debora Secco) ao chamá-la de “Judas” por ter “roubado” o namorado da mãe. Particularmente, adorava as tórridas cenas de beijos dos dois. Línguas não faltavam e o sofrimento de Helena ao som de “Como vai você” me comoveu e fez com que os dois entrassem pra essa lista de meus favoritos.


9) Xica e João Fernandes (Taís Araújo e Victor Wagner) de “Xica da Silva” (1996)
Seguindo uma linha totalmente anti-convencional, a escrava Xica não deixava de ser uma espécie de Cinderela ao conquistar o poderoso contratador do Arraial do Tijuco e se tornar uma espécie de rainha de lá.. A novela como um todo era maravilhosa e deixou muitas saudades. Fidelidade não era o ponto forte do fogoso contratador, mas o modo como Xica se livrava das amantes do marido era maravilhoso. Até Adriane Galisteu teve suas orelhas cortadas. Mas do amor de João Fernandes por Xica ninguém duvidava. Ele a enchia de jóias, mimos, satisfazia todos os seus caprichos e mandou fazer nada menos do que um “mar” para sua rainha. As cenas de sexo do casal falavam por si. Amor e poder total!!!


8) Olavo e Bebel (Wagner Moura e Camila Pitanga) de “Paraíso Tropical” (2007)

O último grande casal coqueluche da TV. Desses casos em que ninguém espera tamanho sucesso. O vilão e a prostituta roubaram a cena dos insossos mocinhos e protagonizaram grandes cenas: algumas cômicas e outras pra lá de sensuais. Camila Pitanga foi alçada definitivamente para o posto de grande estrela. Entre tapas e beijos, esse amor bandido pegava fogo e conquistou o Brasil.



7) Clara e Rafaela (Aline Moraes e Paula Picarelli) de “Mulheres Apaixonadas” (2003)

Quem disse que casal precisa ser necessariamente homem e mulher? Muito pelo contrário. O amor proibido das duas adolescentes conquistou a todos, passando longe de qualquer tipo de preconceito. As duas atrizes ótimas em cena, aliadas ao texto pra lá de sensível de Manoel Carlos conseguiram fazer com que suas personagens rompessem paradigmas em nossa TV e o assunto foi discutido amplamente na trama. Tudo bem que a sequência do beijo foi pra lá de frustrante, mas as meninas abriram mais espaço para a aceitação popular desse tipo de relacionamento.


6) Marcos e Lurdinha (Felipe Camargo e Malu Mader) de “Anos dourados” (1986)
Talvez o mais romântico e tradicional da lista. Gilberto Braga conseguiu construir de forma adorável e longe de ser chata, a bela história do casal de jovens que fazem de tudo para ficar juntos numa década marcada pelo preconceito e pela hipocrisia como foi a década de 50. Tudo era apaixonante, desde o primeiro encontro dos dois, na pista de dança ao som de Nat King Cole, desde o envolvimento, a descoberta da sexualidade, as idas e vindas...enfim... um deslumbre!




5) Juba, Zelda e Lula (Kadu Moliterno, Andréa Beltrão e André di Biase) de “Armação Ilimitada” (1985)
Rui e Vani (Luiz Fernando Guimarães e Fernanda Torres) de “Os normais” (2001)

Mais uma vez não consegui me decidir entre um ou outro. Então dediquei a quinta colocação em homenagem ao humor. Os primeiros também fogem completamente à configuração tradicional de casal. Em uma história totalmente moderna, transgressora e ousada, os surfistas Juba e Lula dividiam o amor da atrapalhada jornalista Zelda Scott numa boa. Aliás, Andréa Beltrão é mestre em relações a três ou mais. Suas personagens em “Rainha da Sucata”, “Pedra sobre Pedra” e “A grande família” também eram adeptas do “poli-amor”...rs! Mas a naturalidade, a leveza de “Armação Ilimitada” é imbatível.

Rui e Vani dispensam comentários. De longe o casal mais louco da TV, protagonizaram cenas hilárias e inesquecíveis, com destaque para a conversinha no final de cada episódio da série, que de tão hilária e natural, mais parecia improviso. Química perfeita e talento à toda prova.




4) Jô Penteado e Prof. Fábio (Cristiane Torloni e Nuno Leal Maia) de “A gata comeu” (1985)

Já nos primeiros capítulos da novela, em que os personagens trocaram tapas e protagonizaram altas brigas, já se notava que não se tratava de um casal tradicional. Ivani Ribeiro, inspirada pela “megera domada” já havia colocado no ar esse casal na primeira versão da novela chamada “A barba azul”, em 75, na Tupi. Mas é inegável que “A gata comeu” marcou toda uma geração e as desventuras de Jô e Fábio pelo bairro da Urca até hoje têm uma legião de fãs saudosos e apaixonados. A maravilhosa inocência de Ivani cativava e fez o Brasil inteiro torcer por esse par que vivia às turras, mas não deixava de ser adorável.



3) João Maciel e Carolina (Paulo Gracindo e Yara Cortes) de “O casarão” (1976)

Quem nunca assistiu à emocionante sequência final da novela no Video Show em que Carolina chega afobada ao encontro com o amado e pergunta se o fez esperar muito. A resposta dele é fulminante: “40 anos”. Nem é preciso ter assistido ao restante da novela para se arrepiar com a cena. Os olhares dos dois atores, a belíssima “Fascinação” e o brilhante texto de Lauro César Muniz são componentes de um momento único na TV.


2) Lucinha e Carlão (Betty Faria e Francisco Cuoco) de “Pecado Capital” (1975)
Basta assistir a algumas cenas disponíveis da novela na rede para nos darmos conta do primoroso trabalho dos dois atores, que deram vida a um perfeito casal suburbano. O final dos dois não foi feliz, mas poucos casais na TV tiveram tanta química quanto esse. Cuoco, um machão à moda antiga; Betty, uma cinderela ambiciosa. Longe de serem perfeitinhos. O sucesso de Lucinha e Carlão se deu, sobretudo, porque eram extremamente humanos. E o precioso texto de Janete Clair dispensa comentários...


1) Sinhozinho Malta e Viúva Porcina (Lima Duarte e Regina Duarte) de “Roque Santeiro” (1985)
Para uma pessoa afeita a casais não-convencionais como eu, não podia eleger outro casal como primeiro do ranking. Deliciosamente incorretíssimos, irreverentes, safados, impostores e muito engraçados. Exuberante da cabeça aos pés, Porcina era a única capaz de fazer o poderoso coronel ficar de quatro e lamber literalmente sua mão tal qual um odediente cachorrinho. Os caricatos anti-heróis conquistaram a simpatia do público e são vencedores absolutos no quesito “grandes casais”.




MENÇÕES HONROSAS:

  • Afonso e Solange (Cássio Gabus Mendes e Lídia Brondi) de "Vale Tudo" (1988)
  • Rosália e Adriano (Glória Pires e Lauro Corona) de "Direito de amar" (1987)
  • Raí e Babalú (Marcelo Novaes e Letícia Spiller) de "Quatro por quatro" (1994)
  • Otávio e Charlô (Paulo Autran e Fernanda Montenegro) de "Guerra dos Sexos" (1983)
  • André e Carina (Tony Ramos e Elizabeth Savalla) de "Pai herói" (1979)
  • Catarina e Petrucchio (Adriana Esteves e Eduardo Moscovis) de "O cravo e a rosa" (2000)
  • Riobaldo e Diadorim (Tony Ramos e Bruna Lombardi) de "Grande sertão: veredas" (1985)
  • Luca e Silvana (Mario Gomes e Lucélia Santos) de "Vereda Tropical" (1984)

CASAIS FAVORITOS CATEGORIA HORS-CONCOURS:

  • Simone e Cristiano (Regina Duarte e Francisco Cuoco) de "Selva de Pedra (1972)
  • João Coragem e Lara/Diana/Márcia (Tarcísio Meira e Glória Menezes) de "Irmãos Coragem" (1970)
E então? De quem esqueci? E quais são os seus casais favoritos? Ansioso pelos comentários....

20 comentários:

Rodrigo disse...

Show d e bola, Vitão!!!Tá perfeito!Braaaaaaço, meu camarada.

Wesley disse...

Adorei o texto e os casais. Colocaria o Nando (Mário Gomes) e a Roberta (Glória Menezes) de Guerra dos Sexos como meu casal preferido. Estou vendo a novela e acompanhando o amor desse casal que é um dos mais lindos que já vi na TV. Ela passou por cima de todos os preconceituosos de plantão em nome do amor por um cara bronco e sem instrução como ele era. Dá gosto vê-los juntos.

alessandro disse...

comentei no local errado rss. então gostei muito do casal Raquel e Ivan e MAria de Fátima e Cesar

Marcelo Kundera disse...

Adorei a lista e o texto, Vitor!
Já vi algumas cenas avulsas desse casal de "O Casarão" e curti demais, tenho muita vontade de um dia conhecer a história deles.
Mas voltando à lista... Eu adicionaria outros casais a ela, os primeiros seriam Hilda & Frei Malthus (Hilda Furacão) e Ester Dellamare & Inácio (Força de um Desejo).

cristian-monteiro disse...

Adorei a lista...

Carlos Fernando disse...

Não sou tão chegado a novelas a ponto de ter "casais favoritos". Alguns me chamaram atenção, mas sem grande alarde. Costumo ver o todo ou personagens específicos. Pelo pouco que conheço, você foi perfeito e dentre eles destaco: Xica da Silva e João Fernandes, Marcos e Lurdinha, Juba, Zelda e Lula, João Maciel e Carolina e finalmente, Riobaldo e Diadorim.

Pelo visto sou uma mistura de romântico com o que é diferente (diferente no caso não são os casais e sim as situações).

Dentro dessa linha acrescentaria o casal Sandrinho e o outro garoto que esqueci o nome agora, acho que é Rafael.

Mais uma vez você acerta em cheio, não deixando dúvidas.

Beijo

Gustavo Costa disse...

Impressionante como o seu trabalho é bem feito Vitor ! Só tenho a lhe dar os Parabéns e sucesso na sua carreira ! Vc merece... Já sou fã do Blog !!!

Vicente disse...

Por falar em "Baila Comigo", como deixar de citar o casal formado pelos maravilhosos Fernando Torres (Plínio) e Lilian Lemmertz (Helena) naquela novela? Manoel Carlos nos brindou com um dos casais mais bonitos da teledramaturgia nacional!

TH disse...

Eu gostei demais do casal "marginal" da novela O DONO DO MUNDO, Angelo Antonio (Beija-Flor) e Leticia Sabatella (Tais) - foi onde eu me apaixonei pela Letícia a ponto de acompanhar sua carreira até os dias de hoje.

eduardo disse...

meu Deus...que difícil...

vou de
Carina e André ( Pai herói)- Tony Ramos e Elizabeth Savalla

Marcos e Janete( Água Viva)- Fábio Jr. e Lucélia Santos

Fábio e Milena ( Locomotivas)- Walmor Chagas e Aracy Balabanian

Cecília e Humberto( Carinhoso- Regina Duarte e CLaudio Marzo- super adulto pra época)

Leda e Vitor Amadeu( Duas Vidas- Betty Faria e Francisco Cuoco)

Felipe e Márcia( O Dono do mundo-
Antonio Fagundes e Malu Mader)

Lucinha e Salviano( Pecado Capital- Betty Faria e Lima Duarte)

Verinha e Beto ( Dancin Days- Lidia Brondi e Lauro Corona)

Roberta e Nando- Guerra dos sexos- Gloria Menezes e Mário Gomes)

Silvana e Luca- Vereda Tropical-
( Lucélia Santos e Mário Gomes)

Helena e Edu- Laços de família- (Vera FIscher e Reinaldo Gianechinni)

Maria Rita e Zé Eleutério- Paraíso- (Cristina Mullins e Kadu Moliterno)
Catarina e Petrúchio- O Cravo e a Rosa( Adriana Esteves e Eduardo Moscovis)

Paulinha e Daniel- Paraíso Tropical

Guinevere e Arthur- Pé na Jaca

Anônimo disse...

Meus casais preferidos para sempre:
Jordana (Glória Meneses) e Vieira (Gianfrancesco Guarnieri) de Jogo da Vida;
Bina (Geórgia Gomide) e Bertazo (Nuno Leal Maya) de Vereda Tropical;
Rafaela (Marília Pêra) e Montenegro (Marco Nanini) de Brega & Chique;
Fedora (Cristina Pereira) e Leozinho (Diogo Vilela) de Sassaricando.

Marcos Silvério disse...

Olá Vítor!

Estou seguindo o seu BLOG. Por gentileza retribua seguindo o meu: www.marcossilverio.blogspot.com

Abraço.

Sucesso para nós!

DAVI VALLERIO disse...

LUTI E VALQUIRIA (CASSIO GABUS E MALU MADER) EM TI TI TI

Agnaldo disse...

OS meus casais:
Sandrinho e Jeferson em A Próxima Vítima.

Mirian Rios e Paulo Casteli em Ti ti ti.

Isabela Garcia e Felipe Camargo em Roda de Fogo e O Sexo dos Anjos.

Danilo e Marisé em Direito de Amar.

Ana Machadão e Edson Celulari em Salsa e Merengue.

Zeze Mota e Marcos Paulo em Corpo a Corpo.

Agnaldo disse...

correção Ana Machadão e Celulari em Cambalacho.

Eddy disse...

Gostei da lista. Só acrescentaria dois outros casais. Os lombardianos Esteban e Lola de Kubanacan e os excêntricos Ramona e Leonardo de As Filhas da Mãe.

Walter disse...

Vitinho seu tiapinho!!! Achei a lista perfeita. O casal que senti falta o Wes comentou, que foi o do Nando e da Roberta em Guerra dos Sexos. Um casal antológico das novelas mais antigas foi Gabriela e Nacib (Sonia Braga e Armando Borgus) em Gabriela, e não sei se mencionaram Gloria Pires e Fabio Jr em Cabocla. No mais tudo 10!

Eduardo José disse...

Talvez não existisse uma química para que Lucinha e Carlão ficassem juntos. Talçvez disso tenha "aflorado" um dos melhores personagens de Janete Clair: Salviano Lisboa!!!

Eduardo José disse...

Quando eu tinha o hábito de ver muitas novelas, existia uma expressão comum, assim:´- Em casa só pega a Globo.
A falta do controle remoto, de antenas boas em muitas residencias, aliadas a boa transmissão da "Venus Platinada" principalmente em São Paulo e Rio de Janeiro ( Sem desmerecer a boa qualidade de novelas da TV Globo) , ofuscam da memória bons casais da TV Tupi ou outras. Mas no mundo da fantasia, na minha opinião, jamais vai existir um amor tão grande como o de Carolina e João Maciel. Apesar da inovação ter transformado a novela "O Casarão" um tanto confusa, pra mim será Top sempre!

carla disse...

bom trabalho nos casais, meu casal favorito são pedro e gabriela (paulo castelli e myrian rios) que também contracenavam novamente em bambolê como ana e luís fernando, entre outros que já foram indicados.

Prefira também: